SEABRA: A campanha eleitoral de Neto da Pousada e sua “verossimilhança” com o Cometa Halley (Opinião).

Foto: Reprodução / Rede Social

O Cometa Halley, oficialmente designado 1P/Halley, é um cometa periódico, visível na Terra a cada 75–76 anos.

O Halley é o único cometa de curto período que é regularmente visível a olho nu da Terra, e o único cometa a olho nu a aparecer nos céus duas vezes durante uma só geração humana. A última aparição dele foi em 1986, e seu retorno está marcado para 2061.

O que esse cometa tem haver com a campanha do pré-candidato Neto da Pousada? Quem é Neto da Pousada?

Joaquim de Souza Neto, ou nome de urna,  Neto da Pousada,  antes de tudo é filho de Raimundo Miguel e Maria Nilza, casado com Patrícia, e pai de Carla, Alice, e Miguel.

Neto da Pousada está no seu terceiro mandato consecutivo de vereador em Seabra.  Sendo eleito a primeira vez na eleição de 2012, no grupo do ex-prefeito Rochinha.

A eleição municipal em outubro no município de Seabra,  tem dado sinais que será única,  uma campanha que irá marcar a história do município. 

Os que estiverem pensando que irá repetir as ações e os métodos de campanhas anteriores para obtenção de ganhos no processo eleitoral, certamente irão se decepcionar.

Existe um fenômeno político/eleitoral que acontece em momentos únicos,  assim como um cometa Halley,  de curto período e visível ao olho nu. É a campanha construída através das mãos da “sociedade de massa“. A militância abraça a campanha,  coordena, executa, à medida que foge do controle dos políticos e staff.  

O pré-candidato Neto da Pousada apresenta as características do político em que o carisma contagia a massa, os militantes, ou seja, um político que não encanta pelo discurso, pela oratória, nem tão pouco pela aparência. Neto da Pousada é o político dos feitos, das ações, de poucas palavras,  e muita proximidade com a população.

O perfil político de Neto não é produto do marketing eleitoral, ele não é um personagem que se construiu às vésperas do processo eleitoral. Neto não precisa dizer onde nasceu, como nasceu,  que veio de família pobre, aonde trabalhou. Por que será? A resposta é única. Neto é da sociedade de massa, ele pensa como sua militância, fala como seu eleitor, e se comporta de forma semelhante. 

Então dificilmente alguém vai ouvir Joaquim Inácio afirmar que é uma pessoa humilde,  porque não precisa. O comportamento dele afirma isto,  Neto aprendeu a servir,  ele não entrou na política para ser servido, ele está na política para servir,  e assim como o Cometa Halley, Neto da Pousada encanta e invade corações e mentes da população seabrense.

A campanha eleitoral construída pela “sociedade de massa” é sobrenatural, não existe precedente,  e não há quem consiga controlar. As adesões são naturais, o dinheiro não consegue mudar, as obras eleitoreiras  muito menos, porque o eleitor é passional, e nesse sentido o encantamento, e a paixão é mais forte que  qualquer outra coisa.

E qual a base legal para acreditar que a campanha eleitoral de Neto da Pousada será isso mesmo? Através de pesquisa qualitativa.  O perfil do eleitorado de Joaquim Inácio, e a forma como esse eleitorado o enxerga.

É muito comum os adversários políticos afirmarem que a campanha de Neto da Pousada não tem dinheiro,  ou seja,  “Neto da Pousada é um bom nome,  mas não tem dinheiro para campanha“, a sociedade seabrense verá a população cooperando financeiramente para campanha,  nada irá faltar,  porque  essa campanha eleitoral deixou de pertencer ao candidato, não pertence a grupo político algum,  nem tão pouco a partido político,  essa será a campanha do povo, e para o povo.

Nesta coluna não é possível afirmar se essa geração seabrense já visualizou eleição semelhante,  mas é possível dizer que em outubro um novo momento histórico será construindo na política seabrense.  Possivelmente nos anais da História será narrado o fato político que abalou as estruturas social da Chapada Diamantina,  Neto da Pousada,  o único,  em um único tempo.

5 1 voto
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários